O que ponderar antes de alugar rádios comunicadores?A opção por alugar rádios comunicadores é bastante comum em empresas, indústrias e comércios de diferentes segmentos, pois esse recurso agiliza processos internos e melhora a qualidade do atendimento ao cliente e operação do negócio, dependendo dos usos aos quais são destinados esses equipamentos.

Ao alugar rádios comunicadores, os equipamentos são, normalmente, destinados a equipes de segurança, recepção, limpeza, construção, transporte, estoque, atendentes em lojas, entre outros. Isso demonstra o quão variado é o uso desse recurso e o porquê dele ser tão necessário em diferentes estabelecimentos.

Quando alugar rádios comunicadores?

Considerando os vários usos dos rádios comunicadores, apresentamos a seguir cinco ponderações que devem ser realizadas pela empresa antes de alugar esse equipamento. Confira!

1. Investimento necessário

O primeiro aspecto a ser analisado refere-se ao investimento necessário para adotar os rádios comunicadores na empresa. A compra desses equipamentos pode variar entre um investimento inicial de R$ 1.000 a R$ 8.000, sendo que a opção de alugar rádios comunicadores costuma ser mais econômica.

O aluguel também pode ser feito de acordo com as necessidades da empresa, o que torna o investimento mais flexível, como por contrato anual, mensal ou diário.

2. Processos logísticos

Posteriormente devem ser avaliados os processos logísticos que serão alterados ou otimizados com a implementação dos rádios comunicadores. Deve-se considerar, por exemplo, como será feita a gestão desses equipamentos e em quais áreas eles serão adotados.

É importante considerar ainda quem fará o controle desses equipamentos, monitorando quem são os profissionais que utilizam, onde são guardados etc.

3. Benefícios proporcionados

Para que o investimento compense é importante ainda que se avalie quais os benefícios são proporcionados com o uso dessa tecnologia. A avaliação do uso desse recurso e quais facilidades e novos processos podem ser implementados é fundamental para que a equipe utilize adequadamente os rádios e eles permitam otimizar atendimento e procedimentos na empresa.

4. Organização interna

Quando opta-se por alugar rádios comunicadores é essencial estabelecer como esses equipamentos serão utilizados na organização interna da empresa e como será o controle e cuidado com esses recursos.

Apesar do uso simplificado dos equipamentos, é relevante que os colaboradores passem por um treinamento correto sobre o uso desses materiais, quando eles devem ser utilizados, como é a operação deles, onde devem ser retirados e guardados após o dia de trabalho, a quem recorrer em casos de mau funcionamento, entre outras questões.

Esses esclarecimentos desde o início garantem que haja um melhor uso dos rádios, minimização dos riscos de danos e quebra, uso racional e eficiente do recurso e melhora significativa dos processos e organização interna da empresa.

5. Parceira confiável

Por fim, antes de optar por alugar rádios comunicadores é essencial avaliar a confiabilidade e experiência da parceira escolhida para realizar o fornecimento desses equipamentos. Além de avaliar os preços, é fundamental que se considere a experiência no setor, as garantias de manutenção dos equipamentos, para que não haja faltas, e o suporte oferecido.

Também deve-se considerar a disponibilidade de rádios digitais e analógicos e a certificação do INMETRO no produto, que garante que ele seja um rádio EX, ou seja, a prova de explosões. Com essas ponderações prévias, a escolha por alugar rádios comunicadores torna-se mais tranquila e com maiores garantias de eficiência para a empresa.