Investigação ParticularNo Brasil, tem crescido exponencialmente o número de pessoas que procuram por serviços de investigação com a intenção de reencontrar membros da família. Normalmente o encontro só é possível graças as técnicas empregadas na investigação particular, que visam fazer levantamentos detalhados da trajetória dessas famílias através dos anos, e literalmente rastrear suas origens através de documentos disponíveis em acervos e cartórios.

No passado, era um pouco complicado manter contato com parentes que moravam muito distante. A comunicação mais precária dificultava essas relações e assim, pessoas da mesma família podiam ficar longos anos sem se falarem, e havia até casos onde tios e sobrinhos sequer se conheciam. Mas agora, com o avanço da era da informática e o envolvimento das pessoas com as redes sociais, tem crescido o número de interessados em se reaproximar de parentes afastados. Mas depois de tantos anos, como encontrar essas pessoas e reatar esses laços?

A investigação particular em prol da sua família

O trabalho do detetive particular, voltado para encontrar membros perdidos da família, tem ganhado grande destaque entre as estatísticas do setor. Porém, é interessante observar que a investigação particular não visa apenas reatar laços com membros da família e encontrar parentes que se perderam no tempo e na distância.

Os profissionais de investigação particular também podem ajudar a encontrar o destino de pessoas desaparecidas, ou rastrear familiares com o objetivo de entender se há alguma conduta de risco para um filho adolescente, por exemplo.

Outro segmento onde o detetive particular cuida de membros da família através de monitoramento, é quando um idoso ou uma criança pequena dependem de cuidados profissionais, como babás e enfermeiras.

Nesse caso, a família pode contar com o detetive particular para monitorar o comportamento desse profissional contratado ao exercer o cuidado ao dependente, e ver se de fato, ele está exercendo bem a função para o qual foi contratado.

A ética e a confiança no detetive particular.

É sempre bom lembrar que quando uma investigação é de responsabilidade da polícia, como no caso de pessoas desaparecidas, por exemplo, é necessário que o detetive particular obtenha uma licença do responsável legal pelo caso. Só depois disso sua investigação pode ser realizada, sob monitoramento do delegado responsável pelo caso.

Essa medida vigora de acordo com uma nova série de regras ditadas para regulamentar o setor e com a finalidade de que as agências de investigação particular possam representar uma força positiva na busca pela verdade, sem correr o risco de comprometer a natureza das provas que possam ser encontradas pela polícia.

Como se pode ver, há muitas situações onde a investigação particular pode cuidar da sua família. Esse tipo de trabalho é sempre sigiloso, e para escolher um detetive particular que corresponda bem às suas expectativas, se disponha a conversar com o profissional detalhadamente antes de fazer a contratação.

Afinal de contas, confiar no seu detetive particular é essencial para que ele possa realizar bem o seu trabalho, oferecendo a verdade o mais rapidamente possível, e ajudando você a cuidar de quem você ama.